segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Conhecendo você



No primeiro mundo, o relacionamento é construído como um crescimento contínuo e de mudanças, como nós mesmo mudamos, por etapas. Faz parte da nossa existência, a evolução. Para isso, aguce a sua percepção o o gosto pela mudança como um exercício diário... pois além de sermos reflexo de nossa genética, da educação que recebemos, das experiências que presenciamos, somos o reflexo do mundo em vivemos
 também. O mundo muda permanentemente, desse modo, nossa personalidade também... Além de vibrarmos com as conquistas e alegrias do(a) parceiro(a), a gente vibra por dentro por uma mudança que fizemos para nós mesmos, e que por acaso reflete no outro de uma forma saudável. Assim é o relacionamento duradouro. Situações conflitantes podem surgir naturalmente, mas driblar é exercer o nosso poder, manifestando a razão e a emoção lado a lado. Relacionamento é construção, união, crescimento e compartilhamento. Para a construção, interação, a análise dos atos (pode ser em particular e não numa discussão), e compreensão dos atos do outro.

E pense assim, estou fazendo isso durar, para me experimentar ainda mais... Agora se não vale a pena, e somente o desejo é "curtir", curta, só lembre de conhecer as intenções da outra pessoa. Se não é, não vale a pena, de uma curtição pode estar criando um conflito carregado de sentimentos que talvez ambos não saibam lidar. Mas, se vacinados, então mordam-se.

No passear das águas, você que estiver refletindo sobre seus atos, se observando, está construindo a sua própria base do domínio, a pessoa conhece a sua personalidade, avalia suas características, define os seus objetivos e traça o seu caminho. Conhece também suas reações às ações externas e consegue identificar suas atitudes. A pergunta sempre é o que deve ser mudado em mim. Voce se pergunta, voce se experimenta, voce se observa, voce descobre, voce muda. Simples equação e bons resultados

Nenhum comentário:

Postar um comentário

siga por email