sábado, 26 de março de 2011

Sem Ficção

 Por Jefferson Acácio

Sem Se o sol fosse temporário
Se a lua fosse um relicário
E as estrelas um rochedo
E você nada mais que um desejo
O mundo seria apenas chão e firmamento
E eu seria apenas carne e osso
Mas o sol ilumina eternamente
E a lua está sempre nova a cada dia
E as estrelas são corpos celestiais
E você a abstração de tudo que me distrai
Que sempre me completa, e me traz paz
Que desperta com teu corpo tão iluminado que me atrai
Então sou mesmo teu homem
Feito de carne e osso e espírito
Feito sob medida e sob demanda para você amar
Projetado desde unhas, dentes e fios de cabelos
Para estar contigo aderente como um selo
Sou mesmo um sonhador num paraíso sem ficção!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

siga por email